Energia Solar na matriz energética

Energia Solar na matriz energética brasileira

Publicado em Posted in Energia Solar

A busca por novas opções energéticas no Brasil tem sido cada vez mais necessária, tendo em vista a atual situação energética do país.

Analisando este cenário energético é possível observar que, com a diminuição das chuvas ocorre uma queda na geração de energia elétrica pelas usinas hidrelétricas e com isso surge a necessidade da utilização de usinas termelétricas.

Estas, além de acarretar em aumentos significativos na conta de luz, não são consideradas fontes de energia sustentável.

Seu funcionamento baseado em recursos não renováveis emite gases tóxicos, prejudicando assim o meio ambiente.

Como resultado da falta de planejamento, temos os apagões, o aumento no custo de produção e, consequentemente, no preço repassado aos consumidores.

Estes são alguns dos problemas enfrentados pelo setor elétrico nacional.

Com este cenário, a energia solar se apresenta como uma boa opção.

A energia solar é uma tecnologia em constante avanço, não somente em nível nacional, mas também em nível mundial.

O post de hoje mostra como a energia solar está se expandindo na matriz energética brasileira, continue lendo!

 

Sustentabilidade energética é uma necessidade mundial

Mesmo que o Brasil possua uma das matrizes mais renováveis do mundo, está sendo um desafio expandir o uso de fontes de energia não fóssil e aumentar a utilização de energias renováveis (além da energia hídrica).

Num momento como este, onde o Brasil tem uma das maiores tarifas de energia do mundo, torna-se necessário encontrar alternativas para a redução do valor da fatura, sem abrir mão da comodidade e eficiência que a energia elétrica proporciona nas tarefas diárias.

É importante ressaltar que, para melhorar este cenário vivido pelos brasileiros, existe a energia solar fotovoltaica, uma fonte de energia alternativa que é sustentável e renovável, e que está disponível para todos.

A energia solar pode ser utilizada em empresas, residências, propriedades rurais, monitoramento de rodovias, casas isoladas, iluminação pública, nas telecomunicações, bombeamento de água, entre outras utilizações.

Porque a energia solar ainda não decolou no Brasil?

Para aderir à estas alternativas é necessário, primeiramente, que haja uma mudança na mentalidade dos brasileiros.

Quando se trata em energia solar, nosso país ainda é iniciante no assunto, mas essa tecnologia possui grande potencial de crescimento e irá causar um grande impacto na matriz energética brasileira.

Este tipo de energia é um dos que mais se desenvolveu no mundo nos últimos anos por ser renovável e sustentável, já que vêm da luz do sol.

Nosso país possui um considerável potencial de geração de energia elétrica a partir de fonte solar.

Contamos com níveis altos de irradiação solar, superiores inclusive aos de países onde o uso de energia solar é muito disseminado, como na Alemanha, França e Espanha.

Segundo, é necessário que haja incentivo por parte dos governantes, incentivando a utilização de fontes de energia renováveis.

Mesmo havendo uma necessidade no avanço do uso de energia solar no Brasil, é válido ressaltar que a matriz energética do nosso país é predominantemente renovável.

Este cenário consequentemente diminui o apoio a políticas que incentivam o uso da energia solar.

Uma forma que a energia solar encontrou para se expandir em nossa matriz energética é através da Geração Distribuída.

Desta maneira qualquer consumidor de energia no Brasil pode instalar placas solares fotovoltaicas em sua casa para gerar a sua própria energia.

O atual cenário da energia solar e a geração distribuída no Brasil

Os dados podem ser acompanhados em tempo real através do nosso site, na aba Mercado de Energia Solar.

Os dados apresentados neste post são da data 21/10/2018.

Na figura 1, que mostra a potência instalada em cada estado no Brasil, é possível observar que os maiores núcleos de geração se encontram nos estados das regiões Sudeste (com destaque para Minas Gerais) e nos estados da região Sul.

Hoje são 41322 sistemas conectados no Brasil.

Potência instalada por estado no Brasil
Potência instalada por estado no Brasil

Na figura 2, fica evidenciado um aumento significativo, ano após ano, de sistemas de geração distribuída solar no estado de Santa Catarina.

De 2016 para 2017 foram quase 300% de aumento na potência instalada (kWp).

Figura 2 - Evolução da potência instalada da energia solar em SC
Figura 2 – Evolução da potência instalada da energia solar em SC

Na figura 3 fazemos a divisão do número de sistemas de energia solar por classe.

Neste ranking os consumidores residenciais representam 76,27% das instalações, o setor comercial 16,32% seguido pelo setor rural com 3,91%.

Figura 3 - Percentual de conexões de energia solar por classe
Figura 3 – Percentual de conexões de energia solar por classe

Na figura 4 é apresentado um gráfico que separa as conexões no Brasil por range de potência.

A faixa de potência preponderante é entre 2 a 3 kWp, a grande maioria dos sistemas conectados possuem menos de 20kWp.

Figura 4 - Range de potência conectada em energia solar no Brasil
Figura 4 – Range de potência conectada em energia solar no Brasil

 

Se você ficou interessado em fazer parte desta estatística, instalando um sistema de energia solar em sua casa, comércio ou indústria, conheça nosso trabalho e faça um orçamento conosco!

Esperamos que você tenha aprendido um pouco mais sobre como a Energia Solar vem crescendo na nossa matriz energética.

Não deixe de compartilhar o post para que mais pessoas aprendam sobre esse universo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *