Qualidade de Energia GRUPOFOR

Identifique problemas na sua instalação elétrica fazendo um diagnóstico de qualidade de energia GRUPOFOR. Se você está sofrendo com quedas de tensão, queimas de eletroeletrônicos ou consumo exagerado, não perca tempo, solicite seu diagnóstico agora mesmo.

Qualidade de Energia GRUPOFOR

Pode ser compreendida, basicamente, como a aptidão da energia elétrica em alimentar equipamentos ou quaisquer dispositivos que consumem energia elétrica, sobretudo nos quesitos de sincronismo de frequência e nível de tensão que permitem que os sistemas elétricos operem da maneira pretendida, sem perda significativa de desempenho ou vida útil.

O termo qualidade de energia é usado normalmente para descrever a energia elétrica que alimenta determinada carga, bem como a capacidade da carga para funcionar corretamente.

Sem a alimentação adequada, um aparelho elétrico (ou carga) pode funcionar mal, falhar prematuramente ou simplesmente não funcionar. Há muitos aspectos em que a energia elétrica pode ser de má qualidade e muitas podem ser as causas.

Qualidade de Energia GRUPOFOR - Diagnósticos de rede elétrica e melhorias

Como eu sei se a qualidade de energia da minha rede elétrica está boa?

Limites práticos utilizados em medições de qualidade de energia:

  • Distorção harmônica total de tensão 5 % (Recomendação inferior a 5% segundo IEEE Std 519-1992);
  • Distorção harmônica total de corrente 15 % (Recomendação inferior a 15%, segundo fabricantes de transformadores);
  • Desequilíbrio de tensão 2 % (Recomendação ONS, Submódulo 2.2 com de Fator K menor ou igual 2%, www.ons.org.br);
  • Desequilíbrio de corrente 10 % (Recomendação inferior a 10%, segundo fabricantes de transformadores).

Deve-se ressaltar que os limites apresentados acima podem variar de acordo com as necessidade e características de cada instalação.

 

Outros distúrbios também devem ser avaliados em uma medição de qualidade de energia:

  • Transitórios, dos tipos impulsivos ou oscilatórios;
  • Variações de tensão de curta duração, que podem ser instantâneas, momentâneas, ou temporárias;
  • Variações de tensão de longa duração, que podem ser de três tipos: interrupcões, subtensões ou sobretensões sustentadas;
  • Desequilíbrios de tensão, causados por má distribuição de cargas monofásicas, e que fazem surgir no circuito tensões de seqüência negativa;
  • Distorções da forma de onda, que podem ser classificadas em cinco tipos: nível cc, harmônicos, interharmônicos, "notching", e ruídos;
  • Oscilações de tensão, que são variações sistemáticas dos valores eficazes da tensão de suprimento (dentro da faixa compreendida entre 0,95 e 1,05 pu), e que podem ser aleatórias, repetitivas ou esporádicas;
  • Variações da frequência do sistema, que são definidas como sendo desvios no valor da freqüência fundamental deste sistema (50 ou 60hz).

 

PARA SOLICITAR UM ORÇAMENTO: CLIQUE AQUI

eBook GRUPOFOR - Aprenda de maneira rápida e com qualidade

Precisa de mais informações sobre qualidade de energia?

Faça o download do nosso eBook e tenha ainda mais informações importantes sobre nossas soluções em tecnologia.

Quer ajuda para diagnosticar problemas na sua rede elétrica?