Vantagens do carro elétrico

Vantagens do carro elétrico movido a energia solar residencial

Publicado em Posted in Sustentabilidade

Vantagens do carro elétrico x Veículos à combustão

A recente greve dos caminhoneiros lembrou todos os brasileiros do quanto somos dependentes dos combustíveis fósseis. Em primeiro lugar, a greve teve início devido aos aumentos seguidos do preço do óleo diesel.

Como o principal modal de distribuição de produtos no Brasil é o rodoviário, fica fácil deduzir que esses ajustes de preço se refletem em aumentos de frete e, por consequência, dos produtos finais.

Além disso, os postos de combustíveis também são abastecidos por esse modal, e com a greve houve falta de álcool e gasolina na maioria do país.

Os poucos dias de paralisação foram um período tumultuado no qual o país também se viu paralisado. Nesse panorama, os carros elétricos são uma alternativa de locomoção interessante e cada vez mais viável.

Estacionamento solar para carro elétrico
Estacionamento solar para carro elétrico

Vantagens do carro elétrico no momento atual

Mais amigável ao meio-ambiente

Esta é uma das vantagens do carro elétrico mais comumente citadas: ele possui emissões nulas de gás carbônico e outros poluentes. Nos grandes centros urbanos, o ganho na qualidade do ar é evidente.

O impacto geral no meio-ambiente ainda depende de outros dois fatores.

O primeiro é a origem da energia elétrica que abastecerá o motor. No Brasil isso não chega a configurar um problema, pois como a matriz energética predominante é hidrelétrica, um veículo elétrico contribui com apenas 10% da emissão de CO2 de um veículo movido a gasolina; em países dependentes de carvão, por exemplo, a pressão crescente pela adoção de fontes renováveis pode em breve deslocar a balança a favor da energia elétrica.

O segundo fator se deve ao fato de que os materiais utilizados na produção do carro elétrico, e sobretudo da bateria, podem ser mais poluentes que suas contrapartes nos veículos a combustão. Entretanto, as evoluções tecnológicas têm produzido baterias mais duradouras a cada geração, o que reduz seu impacto ambiental negativo.

Maior eficiência energética

Enquanto motores a combustão apresentam rendimento na casa dos 40%, os motores elétricos alcançam 80-90% de eficiência. Isso se reflete no consumo de energia: os veículos elétricos consomem entre 0,1 e 0,23 kwh por quilômetro, contra 0,98 kwh por quilômetro dos veículos movidos a gasolina.

A economia financeira é de cerca de 80%. E sem perda de desempenho na aceleração ou na velocidade máxima.

Não são só as características do motor que contribuem para esse resultado. O carro elétrico não consome energia enquanto está parado. Ele ainda é equipado com frenagem regenerativa, um sistema que permite que o motor sirva como gerador, e recarregue a bateria, durante o processo de frenagem.

Condução mais agradável

Os carros elétricos dispensam câmbio de marchas, seja manual ou automático.

Por não ter partes móveis nem depender do processo de combustão, o motor elétrico não emite ruídos.

A ausência do sistema de escape também contribui para a redução drástica da poluição sonora. Mais conforto para o motorista e para os demais indivíduos a compartilhar a estrada.

Custos de manutenção

Os custos de manutenção são reduzidos. O carro elétrico possui menos peças. As peças do motor não são móveis, o que reduz o desgaste. O sistema não usa óleos ou fluidos, o que também representa menos custos e ausência de trocas de componentes como filtros, por exemplo.

Independência energética

Hoje em dia é possível manter um carro elétrico abastecido com energia elétrica gerada a partir de energia solar na sua própria residência. Isso significa, na prática, não só não depender de fornecedores externos, mas também nunca mais ter gastos de “combustível”!

Sistema de energia solar fotovoltaica com 6 painéis solares, produzindo em média 200kWh por mês.
Sistema de energia solar fotovoltaica com 6 painéis solares, produzindo em média 200kWh por mês.

Um carro que rode cerca de 40 km por dia pode ser abastecido em 2 horas com um carregador residencial de 3 kW, resultando em um consumo de 180 kWh/mês. Pra se ter uma ideia, esse é o consumo equivalente ao de um chuveiro elétrico de 5 kW funcionando 1 hora por dia.

Com apenas 6 painéis fotovoltaicos já seria possível suprir a necessidade energética mensal do carro elétrico usado no exemplo acima.

Você pode cotar um sistema de energia solar aqui.

Limitações

A maioria das limitações pode ser creditada ao fato de que os investimentos tecnológicos nos carros elétricos ainda é muito recente em comparação aos veículos a combustão, mas tão logo o estado de desenvolvimento seja equiparável, muitas dessas limitações devem ser ultrapassadas.

O custo de aquisição é um dos principais empecilhos para sua disseminação, mas ele deve diminuir com a produção em larga escala e com a implementação de incentivos fiscais.

Os carros elétricos em circulação são geralmente de baixa autonomia (aproximadamente 160 km), mas os modelos top de linha da Tesla, como o Roadster 2020, chegam a 1000 km, valor ainda maior que os 600 km dos veículos a combustão.

Carro elétrico - Tesla Model S
Carro elétrico – Tesla Model S

A bateria também é um entrave, pois é pesada, cara e tem durabilidade baixa (cerca de 5 anos), e ainda apresenta risco de explosão em casos de colisão grave; nesse sentido, pesquisadores e fabricantes se empenham em desenvolver métodos de reciclagem e proteção para reduzir os riscos.

O carregamento da bateria em ambiente público ainda é difícil pela baixa oferta de estações, mas incentivos governamentais recentes devem aumentar a instalação de estações no país. O tempo necessário para carregamento é alto, podendo chegar a 8 horas, mas postos de carregamento rápido já permitem recuperar até 80% da capacidade da bateria em cerca de meia hora.

Recentemente a Copel, Companhia Paranaense de Energia, inaugurou o projeto da primeira eletrovia brasileira, a qual contará com 8 postos de recarga cruzando o estado do Paraná.

Além de Curitiba e Paranaguá, a eletrovia paranaense prevê eletropostos na região das cidades de Irati, Guarapuava, Laranjeiras do Sul, Cascavel, Medianeira e Foz do Iguaçu. A distância entre os postos de recarga será de aproximadamente 100km.

Nem só de Tesla vivem os carros elétricos. Um veículo 100% elétrico disponível para compra no Brasil hoje é o BMW i3. Veja um test drive realizado com ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *